RECORTE 2.04

D2

artigo d2

Disse Décio Pignatari que a poesia parece estar mais do lado da música. Não precisamos de mais nada. Concordamos. Para conhecerem este projecto, pedimos que usem apenas o ouvido e o olho. Caso queiram aprofundar usando mais sentidos, mergulhem na extensa bibliografia fora deste reduto. Num momento em que o mercado editorial nos faz entender que a poesia não “vende”, aproveitamos para lembrar que erguer barreiras estimula a busca de alternativas de difusão. Agradecemos à dúvida, maior ímpeto para movimentar ideias e criar. Há muito que ultrapassámos o chavão aristotélico da imitação para nos concretizarmos no lugar onde dançam as palavras, ouvilendo a música.

O tempo doméstico é o próprio processo criativo. Os poemas estão compilados numa primeira colecção intitulada “the heart’s place is the kitchen”, parte do movimento #domesticliteraturemovement.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s